Home / Hotéis & Pousadas / Quando for pra Recife, que tal ficar em Olinda ?

Quando for pra Recife, que tal ficar em Olinda ?

Tudo bem, Olinda não é um bairro de Recife, é um município independente, mas fica tão interligada que vale a pena pensar em se hospedar por lá quando for visitar a capital pernambucana. Dormir em Olinda costuma ser mais comum entre estrangeiros, principalmente europeus, que buscam pousadinhas de charme e mais proximidade com a população local. Afinal, quais as vantagens e desvantagens de se hospedar em Olinda ?

Desvantagem só vi uma e começo com ela : o trânsito em horário de rush. Quem for passar só uma noite e pegar avião de manhã, não vale a pena. O aeroporto Guararapes fica do lado oposto e levei 1h30 pra chegar saindo de Olinda. Quem fica nos hotéis de Boa Viagem chega em 20 minutos.

Agora vamos ao lado bom. Por que se hospedar em Olinda ?

O custo
Apesar de ter algumas pousadas de charme estilo mais luxuoso (Pousada do Amparo, 7Colinas e 4Cantos), Olinda reúne várias guest houses com preços bem mais em conta do que os hotéis de Recife. Eu paguei em uma guest house mais barato do que um albergue de Recife me pediu. Meu post contando minha experiência está aqui.

Valor cultural

Foto: Passarinho/Pref.Olinda (www.olinda.pe.gov.br)
Foto: Passarinho/Pref.Olinda (www.olinda.pe.gov.br)

Recife é ótima, mas é só uma cidade grande. Olinda é uma cidade colonial, patrimônio Histórico e Cultural pela Unesco desde 1982. Praticamente um terço do território é tombado. Apesar de ter muita coisa em desordem, vou dizer que está relativamente bem preservado. Algumas igrejas foram restauradas recentemente. Acho que vivenciar um pouco dessa cultura dormindo e acordando ali em vez de só fazer um city tour é super válido. De quebra ainda pode topar com o Alceu Valença morador eventual mais ilustre do centro histórico ?

Mobilidade
Ali em Olinda tudo se faz a pé, ou então é bem pertinho. Achei que tive mais facilidade de me locomover por ali do que em Recife. Na Praça do Carmo tem ônibus pra todos os lugares e pontos de taxi. Dá pra fazer um bom exercício físico e gastar o bolo de rolo comido no café da manhã subindo e descendo aquelas ladeiras.

1-olinda (3)

Turismo
Olinda fica lotada de dia com a chegada de ônibus e vans das operadoras de turismo. Praticamente impossível tirar uma foto do Mosteiro de São Bento sem pessoas ou carros na frente. Pois veja bem, dormindo ali você pode acordar cedo e chegar antes de todo mundo. Ou ficar até mais tarde pra fazer as fotos tranquilo.

Religião
Domingo de manhã os sinos das igrejas tocam. Pois é, eu já não lembrava como é isso. Só tinha sido acordada assim por um sinal religioso quando dormi na Medina em Marrakesh. Valeu mesmo ouvir os sinos de Olinda, lembrei da minha infância. Nunca frequentei igrejas, mas meu colégio ficava ao lado de uma que tocava o sino ao meio-dia, “religiosamente” todo dia. Hora boa, de ir embora. Os católicos ainda podem aproveitar pra ver o canto gregoriano do Mosteiros de São Bento, às 10h, todo domingo.

via sacra

Vida noturna
Por motivos de bebedeira, acho ótimo aproveitar a noite e voltar a pé pra casa. E a vida noturna de Olinda é agitada, principalmente nos finais de semana. Toda sexta à noite tem seresta saindo da praça da Igreja de São Pedro e percorrendo o centro histórico. Sem contar o forró, os ensaios de batuque, teatro e restaurantes e barraquinhas de rua com tapioca de melhor qualidade.

Por essas e outras que da próxima vez que eu for pra Recife, pense bem se não quer ficar em Olinda …

 

Sobre Nivea Atallah

Avatar
Jornalista de formação e mochileira por vocação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *